Caçadora de Unicórnios
Onde Comprar: Saraiva
Autora: Diana Peterfreund 
Editora: Galera
Número de Páginas: 364
ISBN: 9788501098603
Link do Skoob
Sinopse: "Nada de asas translúcidas. Ou relinchos suaves como o tilintar de sinos. Os unicórnios são bestas venenosas, comedoras de carne humana. Seu chifre, uma espada sempre pronta para o combate. Só um detalhe da lenda parece ser verdadeiro. Apenas virgens podem se aproximar desses monstros. Mas é preciso mais do que um belo sorriso para matá-los. Muito, muito mais. Ainda bem que estão extintos há mais de um século. Será?"








Resenha: Astrid não é uma garota comum, começando pela sua mãe. Lilith (mãe dela) é considerada maluca por toda sociedade por ser completamente viciada em unicórnios, mas sua visão desses animais considerados fofos e purpurinados é completamente contrária. Para Lilith, os unicórnios são bichos cruéis, venenosos e comedores de carne humana.

"Os unicórnios são monstros que comem pessoas. Eles não têm asas, não são cor de lavanda nem cintilantes, e você jamais conseguiria capturar um e cavalgá-lo sem que ele perfurasse seu tórax até arrancar suas tripas." Pág. 10.

A vida de Astrid se resumia basicamente á aturar a mãe falando 24hrs sobre unicórnios, estudar, ser babá e tentar se livrar de seu namorado que só queria saber de sexo. Mas de uma hora pra outra tudo mudou.

Para Astrid, essa coisa toda de unicórnios sempre foi loucura da cabeça de sua mãe, por mais que ela tivesse um certo medo e odiasse as histórias infantis que envolviam esses bichos, e mesmo se fosse real, Lilith sempre falava que eles estavam extintos. Mas, e se de repente, tudo se tornasse real? Se enquanto no seu horário de trabalho, ao invés de trabalhar você fosse pro parque das uns amassos no seu namorado, e do nada um unicórnio aparecesse, e fizesse uma reverência para você, mas atacasse seu namorado? E se sua mãe curasse ele de uma quase morte com um vidro velho e pegajoso que ficava na estante da sua casa? E mais: depois de sua mãe dar aquele líquido estranho os ferimentos do seu namorado fechassem como mágica, e do nada, toda aquela loucura que sua mãe vivia falando se tornasse realidade?

Pobre Astrid, pois foi isso que aconteceu com ela. E pior: sua mãe resolve mandá-la para um convento na Roma, com uma gente maluca e um unicórnio de estimação, para, segundo sua mãe, ela poder reivindicar seu direito de nascença e se tornar uma caçadora de unicórnios.

Acho que já foram alguns bons spoilers, então, quem quiser saber oque acontece com Astrid depois de ir para o "convento", terá que ler o livro, que por sinal é muito bom, marquei até como favorito no skoob.

Adorei a forma como a Diana escreve, é uma leitura simples e que te prende, você quer continuar e continuar e continuar. A capa, sem comentário, é linda, perfeita! Também adorei os capítulos, não os nomes, na verdade odiei os nomes, nota zero pros nomes, mas vocês vão entender, olhem a foto abaixo:



Linda essa faca né? Achei super legal, tem em todos os capítulos. O único problema é que ainda não sei quando será lançado o próximo volume no Brasil, lá fora todos já foram lançados, e eu quero MUITO ler a continuação!

Ah, sem contar que essa temática deu super certo, unicórnios-matadores-sanguinários-comedores-de-carne-humana-com-chifres-venosos, tinha como ser melhor e mais criativo?

6 Comentários

  1. CAda dica fico mas curiosa para ler esse livro, sua resenha ficou boa. A capa é legal e nunca li um livro com esse tema.

    http://momentocrivelli.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! É muito bom, a capa é maravilhosa, e eu também nunca tinha visto um livro com esse tema, mas deu super certo!
      Beijos.

      Excluir
  2. Eu sempre quis ler esse livro mas nunca consegui ele...
    Gostei da resenha :D

    http://cheirinhodolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, tenta comprar, é ótimo! Obrigada, beijos!

      Excluir
  3. Oi amiga, indiquei você para uma TAG, lá no meu blog. Espero que goste! Beijos. ♥

    Veja aqui: http://grazieleleizer.blogspot.com.br/2014/02/tag-conhecendo-blogueira.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiii, obrigada pela indicação! Em breve vou responder, beijos!

      Excluir