Se você gostou de ler “A culpa das estrelas”, com certeza vai gostar mais ainda do livro “A estrela que nunca vai se apagar“, chorei litros lendo esse livro!

Muitos já leram livros do autor John Green (A culpa das estrelas ). Muitos não sabem que a vida de Hazel Grace, na verdade, foi inspirada na vida de Esther Grace, uma amiga de John Green que passou uma parte da sua vida batalhando contra o câncer. 
No livro retrata a vida de Esther Grace, uma garota jovem, bonita, cheia de sonhos, batalhadora, uma verdadeira estrela. Ela descobriu o câncer em 2006, com 12 anos de idade, com carcinoma papilar da tireoide, já com metástases no pulmão. Com o tumor nos pulmões, ela precisou usar tubos de oxigênio para auxiliar na respiração, ficando assim cada vez de se locomover. Mesmo com o câncer, ela demonstrava-se feliz, e lutando contra a doença, tentando ser uma adolescente normal.
Filha, irmã e amiga divertida, alto-astral e inspiradora, Esther faleceu em 2010, logo após completar dezesseis anos, mas não sem antes servir de inspiração para milhares de pessoas por meio de seu vlog e dos diversos grupos on-line de que fazia parte. Ela era uma estrela. Uma estrela que brilhava por ser quem era, por ser forte, por brincar até nos seus últimos dias. 

Trechos do livro que eu mais gostei :

A medida de uma amizade não tem a ver com presença física, mas, sim, com seu significado.

— Página 14

[...] que é possível viver com depressão sem ser consumido por ela e que o sentido da vida está na união, na família e nas amizades que transcendem e sobrevivem a todo tipo de sofrimento.

— Página 19

O que importa é amar os amigos completa e totalmente, o melhor e o pior lado, e amar mais do que apenas as coisas boas. Trata-se de mostrar que você está disposto a aceitá-los pelo que são, que eles não devem se sentir inseguros ou constrangidos na sua presença, o que pode ser uma tarefa difícil

— Página 217

Ela só me abraçou, me apertou com força, não disse nada, não disse nada. E agora eu percebo que aquilo foi… aquilo foi a melhor maneira de demonstrar amor por alguém. Abrace essa pessoa com força, faça-a se sentir amada, deixe que o amor passe por vocês.

— Página 366

3 Comentários

  1. Eu na verdade não sou fã deste tipo de literatura autoajuda melodramática mas tenho visto que este tipo de literatura agrada muito o público adolescente então não deve ser ignorado
    Bjos

    http://derlai.blogspot.com.br
    http://derlaine1.wordpress.com
    www.facebook.com/gavt9?fref=ts

    ResponderExcluir
  2. Eu gosto de todo tipo de literatura, alguns livros nesse estilo melodramático são ruins, mas esse é bem legal, lê ele depois, você pode acabar gostando :)

    ResponderExcluir
  3. Aikeeee perfeitooo *o* Amei a resenha, esse livro já se encontrava na minha wishlist a um tempo, e depois dessa resenha, tô com uma vontade voraz de tê-lo comigo <3
    http://pag394.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir